O Virtual Steel é uma aplicação CAD, muito fácil de aprender, para Windows e especializada no projecto de estruturas em aço. É uma aplicação de CAD 3D, completa e que corre de forma independente e não como um add-on, mesmo em sistemas pequenos ou mesmo portáteis.
Em contraste aos sistemas CAD, que são muito mais sistema de desenho e esboço, o Virtual Steel consegue manusear objectos de aços como um modelador, o que torna o processo de construção muito fácil de compreender. Vigas, colunas, treliças e outros elementos, são colocados no modelo 3D e podem ser vistos de forma imediata, na forma de desenhos 2D para compras ou numa lista de materiais.

Podem ser adicionados vários tipos de peças a cada viga e todos estes elementos vão ser desenhados, com todas as dimensões necessárias para fabricação. A existência de uma biblioteca completa de elementos de ligação, é um modo efectivo de terminar a construcção. A biblioteca é extensível como novos elementos a cada ano, entre estes elementos, muitos em pedidos dos utilizadores, uma vez que cada utilizador tem as suas próprias ideias sobre uma boa construcção.

O modelo, todos os desenhos e a lista de materiais, podem ser exportados e depois processados noutros sistemas, o que torna o Virtual Steel muito flexível para os utilizadores, que têm imensa experiência nos seus próprios sistemas de CAD e apenas necessitam de suporte para as construcções em aço. O modelo 3D pode ser usado no AutoDesk Inventor, no AutoCAD ou em qualquer outro sistema de CAD, que podem importar dados 3D (dxf, stl, sdnf). Os desenhos 2D podem ser importados em qualquer sistema de CAD 2D com interface DXF.

A vantagem inegável de criar um modelo 3D, tem a ver com a capacidade de poder criar automaticamente qualquer vista deste modelo. No Virtual Steel, é possível obter as vistas corretas e as vistas para toda a estrutura ou apenas os elementos selecionados. Ao selecionar uma escala do desenho a partir do menu, vai escalar todos os seus elementos de texto de forma adequada.

A Lista de Materiais é criada numa base contínua e corresponde à gama de elementos inseridos e visualizados no modelo 3D. Esta abordagem permite flexibilidade ao utilizador, no controle dos componentes a montar. Existem comandos disponíveis para o posicionamento automático de toda a estrutura, como a procura de elementos duplicados. Os objetos selecionados do modelo, podem ser adicionados ao tipo Inventário. Neste caso, quando adicionados a uma estrutura existente, os seus elementos que possuem o estatuto de Inventário, vão ser igonorados quando são posicionados. A Lista de Materiais, pode ser exportada e inserida num modelo de uma folha de cálculo, com um simples clique.